image


Profissionais da saúde

Sancionada Lei que fixa piso salarial para enfermeiros, técnicos, auxiliares e parteiras no Brasil

Bolsonaro vetou trecho que previa correção anual dos valores de acordo com a inflação
image Crédito: Ingrid Anne/Semcom- Técnica de enfermagem no Hospital de Campanha de Manaus em 2020
Fonte: Portal Norte - Há 1 semanas

Jair Bolsonaro sancionou, com um veto, a lei que fixa pisos salariais para enfermeiros, técnicos de enfermagem, auxiliares de enfermagem e parteiras no Brasil.

A sanção foi publicada nesta sexta-feira, 5, no "Diário Oficial da União" (DOU).

- Envie esta notícia no seu WhatsApp

- Envie esta notícia no seu Telegram

O texto do projeto, aprovado no Congresso Nacional, fixou em R$ 4.750 o piso nacional de enfermeiros dos setores público e privado, valor que serve de referência para o cálculo do mínimo salarial de técnicos de enfermagem (70%), auxiliares de enfermagem (50%) e parteiras (50%).

O piso salarial dos enfermeiros ficou de R$ 4.750; dos técnicos de enfermagem de R$ 3.325; dos auxiliares de enfermagem: R$ 2.375 e das parteiras de R$ 2.375.

___________________________________

RELACIONADAS

+ Câmara aprova piso salarial acima de R$ 4 mil para enfermeiros

+ Senado aprova piso salarial nacional do enfermeiro que pode chegar no valor mínimo inicial de mais de R$ 4 mil

___________________________________ O texto determinava que os pisos seriam atualizados anualmente com base na inflação calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), foi vetado por Bolsonaro.

O piso salarial entrará em vigor imediatamente após a publicação, sendo assegurada a manutenção das remunerações e salários vigentes superiores ao piso.

___________________________________________

ACESSE TAMBÉM MAIS LIDAS

  image

 
 

image

 
 

image

 

image

 

image

 

Tags