image


Operação Nacional

PF realiza operação no combate ao abuso sexual infantil no AM e em mais 19 estados

A Operação Lobos II está sendo deflagrada também em diversos estados do país
image Crédito: Divulgação - Polícia Federal
Fonte: Portal Norte de Notícias - Há 3 semanas

A Operação LOBOS II da Polícia Federal foi deflagrada na manhã desta sexta-feira, 3, afim de desarticular um grupo de criminosos que utilizava a darkweb para a divulgação de material de abuso sexual infantil no Brasil e em diversas partes do mundo.

Compartilhe esta notícia no seu Whatsapp

Compartilhe esta notícia no seu Telegram

Operação Lobos II está sendo de deflagrada em: AL, AM, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RS, SC, SP, TO, com o cumprimento de 104 mandados de busca e apreensão e 8 (oito) mandados de prisão preventiva, distribuídos em 20 estados e no Distrito Federal.

Segundo a Polícia Federal em parceria com forças policiais de diversos países,  o grupo atuava mediante divisão de tarefas  (arregimentadores, administradores, moderadores, provedores de suporte de hospedagem, produtores de material, disseminadores de imagens, dentre outros) com a finalidade de produzir e realizar a divulgação de imagens, fotos e comentários acerca de abuso sexual de crianças e adolescentes e, ainda, alimentar a demanda por esse tipo de material.

___________________________________

 

RELACIONADAS

+ Abuso sexual infantil: como identificar, prevenir e combater

+ Em Manacapuru, PC realizou ações de prevenção ao abuso sexual infantil

+ Polícia Federal realiza operação 'Desvio de Conduta' em Manaus

______________________________________

Foi identificado um indivíduo brasileiro que utilizava a deepweb para hospedar e gerenciar 5 (cinco) dos maiores sites de abuso sexual infantil de toda a rede mundial de computadores. Os sítios e fóruns da darkweb eram divididos por temática, com imagens e vídeos de abuso sexual de crianças de 0 a 5 anos, abuso sexual com tortura, abuso sexual de meninos e abuso sexual de meninas.

Os sites eram utilizados por mais de 1.800.000 (um milhão e oitocentos mil) usuários, em todo o mundo, para postar, adquirir e retransmitir materiais relacionados à violência sexual contra crianças e adolescentes, dando a dimensão da necessidade do enfrentamento aos principais fomentadores deste tipo de conduta delituosa.

 

Além da identificação e prisão de abusadores sexuais e de consumidores desse tipo de material, a operação visa a localização e o resgate de crianças que se encontram em situação de extrema violência.

______________________________

 

  ACESSE TAMBÉM MAIS LIDAS  

image

 
 

image

 
 

image

 
 
 

image

 
 

image

 

 

 

 

 

 

Tags