image


Revelação

Modelo Ireland Baldwin fala de estupro e aborto anos depois, após revogação do direito nos EUA

Vídeo postado em rede social foi para apoiar as pessoas que passaram pela mesma situação após a Suprema Corte revogar o direito ao aborto
image Crédito: Reprodução/Redes Sociais
Fonte: Portal Norte de Notícias - Há 1 semanas

No último domingo, 26, a modelo Ireland Baldwin, de 26 anos, filha dos atores Alec Baldwin e Kim Basinger compartilhou com seus seguidores no TikTok, que sofreu estupro na adolescência e anos depois fez um aborto para interromper uma gravidez enquanto estava em um relacionamento "muito infeliz".

- Envie esta notícia no seu WhatsApp

- Envie esta notícia no seu Telegram

O vídeo postado na rede social foi para apoiar as pessoas que passaram pela mesma situação após a Suprema Corte revogar o direito ao aborto nos Estados Unidos.

"Ele deixou claro que não queria filhos ou casamento", ela falou do seu ex sem citar o nome. "Ele mal queria estar em um relacionamento sério."

A modelo explicou que escolheu fazer um aborto porque sabia exatamente o que é nascer entre duas pessoas que se odeiam, referindo-se ao tumultuado casamento dos pais Baldwin e Basinger. "Eu poderia ter tido aquele bebê e colocado aquele bebê para adoção? Pode ser. Talvez não."

Ireland afirmou que não funcionaria para ela escolher criar um bebê sem a sua própria segurança financeira, sem um parceiro amoroso e solidário. "Eu me escolhi e me escolheria novamente. A vida é sua, a escolha é sua", afirmou.

Ireland esclareceu que ninguém mais deveria se sentir obrigado ou pressionado a postar suas próprias histórias de aborto. Ela falou que a única pessoa que sabia do aborto era a enfermeira que a tratou depois. A modelo não contou para o ex-namorado e os pais. "Eu estava completamente inconsciente quando aconteceu o estupro, e isso mudou o curso do resto da minha vida".

A modelo disse que a agressão sexual causou "muita dor" para ela e seus familiares. "Perdi o controle da minha vida. Eu bebi muito mais. Eu festejava muito mais. Eu me automediquei. Eu estava em outros relacionamentos abusivos e tóxicos. Eu praticamente fiz tudo o que pude para me distrair."

Ela afirmou que ver outras mulheres corajosas compartilhando suas histórias a fez pensar como seria a sua vida se tivesse prosseguido com a gravidez e criado um bebê em meio a tudo que estava passando na época. "Teria sido simplesmente traumatizante e impossível."

Clique e assista ao vídeo:

Imagem: Reprodução/Tik Tok

_________________________________________

 

ACESSE TAMBÉM MAIS LIDAS

 

Tags