image


Decisão

Médicos de Maradona vão a julgamento por 'homicídio simples' na Argentina

A decisão judicial foi divulgada, nesta quarta-feira, 22
image Crédito: Reprodução/Internet
Fonte: Portal Norte de Notícias - Há 2 semanas

Oito pessoas, entre médicos, enfermeiras e um psicólogo, irão a julgamento na Argentina pela morte do craque argentino Diego Maradona.

- Envie esta notícia no seu WhatsApp

- Envie esta notícia no seu Telegram

Os profissionais cuidaram do jogador de futebol no momento de sua morte e serão julgados por “presumido ato de homicídio simples”.

A decisão judicial foi divulgada, nesta quarta-feira, 22.

O juiz responsável pelo processo questionou as condutas, tanto ativas como omissas, que “cada um dos acusados teria desenvolvido e contribuído à realização do resultado lesivo”.

Investigações de promotores apontam que Maradona morreu em 25 de novembro de 2020, aos 60 anos, “em situação de desamparo” e “deixado à própria sorte”.

Os acusados são o neurocirurgião e médico pessoal do ex-jogador, Leopoldo Luque, a psiquiatra Agustina Cosachov, o psicólogo Carlos Díaz, os enfermeiros Gisella Madrid e Ricardo Almirón, seu chefe Mariano Perroni, e os médicos Pedro Di Spagna e Nancy Forlini.

__________________________________

ACESSE TAMBÉM MAIS LIDAS

 

image
 
image
 
image
 
image
 
image

Tags