image


Tragédia

Trabalhadores estão presos há mais de 30 dias em uma mina da África

Esperança de resgatá-los vivos diminui a cada dia
image Crédito: Reprodução/Twitter-
Fonte: Portal Norte de Notícias - Há 1 semanas

Oito trabalhadores da mina Perkoa, no Burkina Faso, no oeste da África, estão presos há mais de 30 dias a centenas de metros de profundidade.

Os trabalhadoes ficaram presos após uma enchente ter bloqueado sua saída.

- Envie esta notícia no seu Whatsapp

- Envie esta notícia no seu Telegram

A maioria dos trabalhadores conseguiu deixar, no dia 16 de abril, o local com segurança quando a água subiu.

Os oito desaparecidos estavam abaixo do nível 520 (que fica a 520 metros da superfície), no momento da inundação.

As vírimas são da cidade de  Burkina Faso, Tanzânia e Zâmbia.

No último domingo, os socorristas estavam a 3,5 metros de onde se acredita que os mineiros podem estar abrigados.

O primeiro-ministro de Burkina Faso, Albert Ouedraogo, visitou a mina e afirmou que a tragédia é responsabilidade daqueles que estavam a cargo dela.

Ouedraogo anunciou a abertura de uma investigação para determinar as responsabilidades e disse que os funcionários da companhia não seriam autorizados a deixar o país enquanto isso.

_________________________________

ACESSE TAMBÉM MAIS LIDAS

 

image

 
 
 

image

 
 
 

image

 
 
 

image

 
 
 

image

 

Tags