image


Posse

Érico Desterro assume presidência do TCE-AM para biênio 2022/2023

Tribunal de Contas do Amazonas empossou conselheiro nesta terça
image Crédito: Divulgação/TCE-AM - Conselheriro Érico Desterro em discurso de posse como presidente do TCE-AM
Fonte: Portal Norte de Notícias - Há 1 semanas

Nesta terça-feira, 21, o conselheiro Érico Desterro assumiu a presidência do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) para o biênio 2022/2023.

Envie esta notícia pelo Whatsapp

Envie esta notícia pelo Telegram

A solenidade de posse foi realizada no auditório do TCE-AM e transmitida ao vivo pelas redes sociais do Tribunal. O novo corpo diretivo do Tribunal também foi empossado.

“Possuímos muitos desafios a enfrentar, com dilemas, e que exigem soluções que envolvem aspectos éticos, normativos e tecnológicos. Devemos aprimorar mecanismos de integridade institucional de forma a angariar crescente respeito e reconhecimento social. A modernidade do controle está, a meu ver, na conjugação de dois principais fatores: investimento em tecnologia e abertura à sociedade”, frisou o novo presidente do TCE-AM, conselheiro Érico Desterro.

Ao falar sobre os desafios em sua gestão, antes de dar posse ao novo presidente da Corte de Contas, o conselheiro Mario de Mello destacou os resultados obtidos mesmo em um cenário tão difícil provocado pela pandemia.

“Ao longo de toda minha carreira pública, estar na presidência desta Corte foi um dos maiores desafios. O planejamento inicial teve que ser quase que totalmente descartado, mas a união de todos nós, conselheiros e servidores de todos os escalões, permitiu que cruzássemos a tempestade quando tudo levava a crer que teríamos dois anos perdidos. A Corte de Contas não parou, e eu considero isso o meu maior legado”, destacou o conselheiro Mario de Mello, presidente no biênio 2020/2021.

Em pronunciamento em nome do Pleno do TCE-AM, o recém-empossado corregedor da Corte de Contas, conselheiro Ari Moutinho Júnior, destacou os feitos de Érico Desterro no Tribunal, bem como seu currículo no cenário jurídico e acadêmico.

“Quando foi presidente, elevou este Tribunal aos maiores patamares de celeridade, inovação e transparência. Hoje, após dez anos, somos brindados com o retorno do conselheiro Érico à presidência da Corte de Contas. O TCE volta a experimentar a volta e a disciplina de sua gestão. Foi uma decisão sábia e acertada, será uma presidência muito enriquecedora para todo o povo do Amazonas”, afirmou o conselheiro Ari Moutinho Júnior, representando o Pleno do TCE-AM.

Ainda na solenidade, o novo Corpo Diretivo da Corte de Contas foi empossado para o biênio 2022/2023. Foram empossados a conselheira Yara Lins dos Santos, na vice-presidência; o conselheiro Ari Moutinho Júnior, na corregedoria; o conselheiro Josué Cláudio, na ouvidoria, e o conselheiro Mario de Mello, na coordenação da Escola de Contas Públicas (ECP).

Todos os empossados foram eleitos pelo Pleno em eleição realizada no último dia 16 de dezembro.

Na primeira sessão plenária de 2022, marcada para o dia 18 de janeiro, devem ser eleitos, ainda, os conselheiros que irão presidir a Primeira e a Segunda Câmara do TCE-AM.

__________________________

 

ACESSE TAMBÉM MAIS LIDAS

 

image
 
image
 
image
 
image
 
image

Tags