image


Rabdomiólise

Amazonas não registra novos casos suspeitos da 'doença da urina preta' há 20 dias, diz FVS

Até quarta, foram notificados 120 casos suspeitos, mas desse total, 54 foram descartados
image Crédito: Divulgação/FVS-RCP - Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas
Fonte: Portal Norte de Notícias - Há 1 semanas

Nesta quinta-feira, 4, a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) divulgou um novo boletim do cenário epidemiológico de rabdomiólise, síndrome conhecida como 'doença da urina preta', no Estado.

De acordo com o boletim, há 20 dias o Amazonas não registra casos suspeitos da doença. No total, são 66 casos suspeitos em 10 municípios.

Os últimos cinco casos suspeitos foram do município de Itacoatiara notificados em 16 de outubro.

_____________________________

RELACIONADAS

+No Amazonas, Parintins confirma 23 casos suspeitos da doença da 'urina preta'

+Além do Amazonas, mais três estados brasileiros registram casos da 'Urina Preta'

+ Piscicultores realizam reunião para defender o peixe de cativeiro sobre a doença da urina preta

_____________________________

Até quarta-feira, 3, 120 casos foram notificados. Deste total, 66 foram considerados suspeitos e os outros 54 foram descartados.

Permanecem 10 municípios que registraram casos suspeitos da doença: Itacoatiara (35), Parintins (12), Manaus (6), Urucurituba (4), Silves (3), Maués (2), Autazes (1), Caapiranga (1), Itapiranga (1) e Manacapuru (1).

“Dos 66 casos suspeitos, 31 foram registrados em agosto, 23 em setembro e 12 em outubro. As investigações dos casos continuam de forma integrada com as demais instituições envolvidas”, explica a diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim.

_______________________________

ACESSE TAMBÉM: 

As mais lidas do dia

VÍDEO: Pescador é atacado por jacaré-açu enquanto tirava malhadeira do rio, no interior do Amazonas 

 

Homem é morto com 4 tiros e corpo encontrado com bilhete no peito, em Iranduba-AM

 

Em Manaus, jovem é morto com mais de cinco tiros no bairro São Raimundo

 

Lei que permite regularização de imóveis às margens de rios e lagos é retrocesso legal, critica ambientalista

 

Homem é morto com 18 tiros na frente da sua residência no bairro Alvorada, em Manaus

 

Tags